Informações
Forma de Governo:
república com forma mista de governo
Presidente: Stjepan Mesic
Capital:
Zagreb
Principais Cidades:
Zagreb
Split
Rijeka
Área do território:
56.538 km²
População:
4,409 milhões de hab.
Idioma Predominante:
croata
PIB:
59 bilhões de US$ (2012)
Moeda:
kuna
IDH:
0, 805
Principal(is) fonte(s) de energia:
petróleo

cultura Cultura

A croácia moderna.

Em 1990, realizaram-se as primeiras eleições livres, vencidas por um movimento popular chamado União Democrática Croata (HDZ), chefiado por Franjo Tu?man (general do movimento croata antifascista durante a Segunda Guerra). O objetivo do HDZ era obter uma maior grau de independência para a Croácia, a que se opunham os sérvios étnicos na república e o governo central de Belgrado. A polarização política contribuiu para afastar ainda mais os dois grupos étnicos e terminou em violência.

Em meados de 1990, os sérvios das áreas de montanha, onde constituíam uma relativa maioria, rebelaram-se e formaram uma Região Autônoma da Krajina Sérvia (mais tarde, República da Krajina Sérvia), não-reconhecida. A reação da polícia croata foi barrada pelo Exército Federal Iugoslavo (JNA), controlado pelos sérvios. O auge do conflito foi a chamada "revolução das toras": os sérvios da Krajina bloquearam as estradas para os balneários turísticos na Dalmácia e começaram um processo de limpeza étnica da população não-sérvia.

Com a declaração de independência da Croácia em 1991, o JNA passou a apoiar ostensivamente as milícias sérvias dentro da Croácia. Muitas cidades croatas, como Vukovar e Dubrovnik, foram atacadas pelas forças sérvias. O Parlamento croata cortou todos os laços restantes com a Iugoslávia em outubro de 1991.

A população civil fugiu em massa das áreas de conflito armado: milhares de croatas mudaram-se da área de fronteira com a Sérvia e a Bósnia, enquanto que milhares de sérvios ocuparam a região. Em vários lugares, os militares obrigaram os civis a sair, num ato de limpeza étnica.

A cidade fronteiriça de Vukovar sofreu um cerco de três meses - a batalha de Vukovar -, durante o qual quase todos os edifícios foram destruídos e a maioria da população viu-se forçada a fugir. Os sérvios tomaram-na em novembro de 1991. Chocada com as atrocidades cometidas pelos sérvios, a comunidade internacional começou a reconhecer a independência da Croácia. Em janeiro de 1992, a maior parte do mundo reconhecia o país.

Com as ordens de cessar-fogo das Nações Unidas, os dois lados entrincheiraram-se. O JNA recuou para a Bósnia e Herzegovina, onde a guerra ainda iria começar. Ao longo e 1992 e 1993, a Croácia recebeu 700.000 refugiados da Bósnia, em geral muçulmanos.

Após uma fase de conflito em menor escala na Croácia, as forças armadas croatas lançaram em agosto de 1995 a Operação Tempestade e liberou com rapidez a maior parte da chamada Krajina, o que causou um êxodo maciço da população sérvia. Alguns meses depois, a guerra terminou com o Acordo de Dayton.

Após a morte do Presidente Tu?man em 1999, o país passou por várias reformas liberalizantes a partir de 2000, com uma recuperação econômica e a cura de feridas de guerra. O país tornou-se membro de diversas organizações internacionais e regionais importantes e no momento negocia a sua admissão na União Européia.

+ Cultura
A Cultura da Croáta.
Turismo en Croacia | Croatia Tourism official
Vídeo produzido para a divulgação do país. Nele é possível identificar características próprias da cultura e traços marcantes do país e de suas origens.
gastronomia Gastronomia

Especificidades da culinária Croáta.

Pela proximidade com a Itália, a pizza é muito popular em Istria e Dalmácia, e de uma respeitável qualidade. O Adriático é rico em mariscos, incluindo camarões e amêijoas (prstaci), e o brodet, peixe guisado com arroz. Geralmente cozinha-se com azeite e acompanham-se os pratos com verduras cozidas e cogumelos. No interior vale a pena experimentar o manistra od bobica (sopa fresca de milho com feijão) ou o strukle (rolos de queijo cottage), o pecena puricau krusnoj peci, uma especialidade a base de peru ou milinci, uma modalidade local de massa.

+ Gastronomia
Curiosidades

U2 and Pavarotti - Miss Sarajevo (tradução)

Existe um tempo para usar batom e maquiagem.
Um tempo para cortar o cabelo
Existe um tempo para compras na avenida.
Para encontrar o vestido certo para se usar.

+ Curiosidades
Questões Ambientais

Saneamento Ambiental

Os serviços de saneamento ambiental da Croácia são destinados a 98% das residências do país, isso reflete na baixa taxa de mortalidade infantil, no alto IDH, entre outros índices.

O saneamento ambiental é o conjunto de práticas que promovem a qualidade de vida, melhora o meio ambiente e contribui para a saúde pública

Em outras palavras, o saneamento ambiental é muito importante para prevenção de doenças.

+ Questões Ambientais
Principais Descobertas e Invenções

História da gravata

+ Descobertas e Invenções
Esportes

Nikolaj Pešalov- campeão mundial e olímpico em halterofilismo.

Pešalov começou sua carreira no levantamento de peso pela Bulgária, mas a partir do campeonato mundial de 1998 passou a representar internacionalmente a Croácia.
Ele é um dos quatro halterofilistas que possuem quatro medalhas em Jogos Olímpicos. Em 2000, Pešalov foi escolhido o melhor desportista do ano na Croácia.

Principais Esportes
Futebol

Adversária brasileira na abertura da Copa, a seleção da Croácia conta com uma equipe de jovens talentos e promete dar trabalho para seus adversários.

Pólo aquático

A Croácia enfrentou a tradição italiana na final do polo aquático masculino dos Jogos Olímpicos de Londres e levou o primeiro ouro da história do país na modalidade. Os croatas venceram os italianos, quatro vezes campeões olímpicos, por 8 a 6.

Esqui

Janica Kostelić é uma esquiadora profissional croata. Considerada uma das melhores do mundo, é a única mulher que tem quatro medalhas de ouro de esqui alpino em Olimpíadas de Inverno, e também a única mulher a ter três medalhas de ouro em uma mesma edição olímpica, conquistadas nos Jogos de Salt Lake City em 2002.

+ Esportes
Nikolaj Pešalov- campeão mundial e olímpico em halterofilismo.
Pešalov começou sua carreira no levantamento de peso pela Bulgária, mas a partir do campeonato mundial de 1998 passou a representar internacionalmente a Croácia.
Ele é um dos quatro halterofilistas que possuem quatro medalhas em Jogos Olímpicos. Em 2000, Pešalov foi escolhido o melhor desportista do ano na Croácia.
Maestro Assessoria Educacional
Rua do Oratório, 977 - Mooca - São Paulo - SP
Tel: (11) 2601-5973
E-mail: mae@maestroassessoria.com.br

Copyright © 2014 Maestro Assessoria Educacional. Todos os direitos reservados.