Informações
Forma de Governo:
República presidencialista
Presidente: Alassane Ouattara
Capital:
Abidjan (sede do governo), Yamoussoukro (administrativa)
Principais Cidades:
Yamoussoukro
Abidjan
Bouaké
Área do território:
322.463 km²
População:
21.570 milhões de habitantes
Idioma Predominante:
francês
PIB:
24,68 bilhões de US$ (2012)
Moeda:
franco CFA
IDH:
0,432 (2012)
Principal(is) fonte(s) de energia:
gás natural

align:left">Exibir mapa ampliado
cultura Cultura

Cote d'Ivoire Touristic

Vídeo produzido para a divulgação do país. Nele é possível identificar características próprias da cultura e traços marcantes do país e de suas origens.

+ Cultura
O dundun
Também conhecido como dunun, doundoun, ou djun djun é o nome genérico para uma familia dos tambores graves africanos que se desenvolveram junto ao djembê na Áfri Ocidental. Os conjuntos que usam o dundun tocam um tipo de música que é denominada também como dundun . Conhecido como dundun em Yoruba, Nigéria. Existem três tipos: kenkeni (o menor), sangban (o médio) e doundounba (o maior). O kenkeni tem o diapasão mais alto e em geral mantém o ritmo em conjunto com um modelo simples.
Cote d'Ivoire Touristic
Vídeo produzido para a divulgação do país. Nele é possível identificar características próprias da cultura e traços marcantes do país e de suas origens.
Costa do Marfim- história
gastronomia Gastronomia

Kedjenou

É um guisado de galinha originário da Costa do Marfim, tradicionalmente cozinhado em embrulhos de folhas de bananeira, mas recentemente preparado numa panela de barro selada, chamada canari.
Para preparar a kedjenou numa panela, seja a canari, uma tajine, ou uma panela normal bem selada com folha de alumínio antes de colocar a tampa, juntam-se todos os ingredientes: a galinha cortada em pedaços pequenos, beringela, quiabo, cebola, malagueta, tomate, alho e gengibre, todos cortados em pedaços, louro, tomilho, óleo e caldo de galinha ou água; com a panela ao lume, mexem-se todos os ingredientes para misturar bem os sabores, depois tapa-se a panela e põe-se a cozer em forno brando, na chama ou placa de um fogão, em lume brando, (se a panela não for de barro), ou num fogareiro de carvão ou lenha. Não abrir a panela até ter passado tempo suficiente para cozer a galinha, mas deve agitar-se suavemente a panela com frequência, para a comida não pegar; depois de abrir a panela, se verificar que a galinha não está bem cozida, deve voltar a tapar-se e deixar cozer mais algum tempo.

+ Gastronomia
Kedjenou
É um guisado de galinha originário da Costa do Marfim, tradicionalmente cozinhado em embrulhos de folhas de bananeira, mas recentemente preparado numa panela de barro selada, chamada canari.
Para preparar a kedjenou numa panela, seja a canari, uma tajine, ou uma panela normal bem selada com folha de alumínio antes de colocar a tampa, juntam-se todos os ingredientes: a galinha cortada em pedaços pequenos, beringela, quiabo, cebola, malagueta, tomate, alho e gengibre, todos cortados em pedaços, louro, tomilho, óleo e caldo de galinha ou água; com a panela ao lume, mexem-se todos os ingredientes para misturar bem os sabores, depois tapa-se a panela e põe-se a cozer em forno brando, na chama ou placa de um fogão, em lume brando, (se a panela não for de barro), ou num fogareiro de carvão ou lenha. Não abrir a panela até ter passado tempo suficiente para cozer a galinha, mas deve agitar-se suavemente a panela com frequência, para a comida não pegar; depois de abrir a panela, se verificar que a galinha não está bem cozida, deve voltar a tapar-se e deixar cozer mais algum tempo.
Receita da Costa do Marfim
Curiosidades

Bouaké e suas raízes africanas.

É uma cidade da Costa do Marfim, situada no centro do país. Tem cerca de 831 mil habitantes. Foi fundada no fim do século XIX pelos franceses.
Em 1962, foram realizados em Bouaké os Encontros Internacionais de Bouaké, sobre a cultura tradicional africana. Estes encontros deram uma importante contribuição para uma nova abordagem do tema, no sentido de desconstruir a visão estereotipada e etnocêntrica herdada do colonialismo europeu.

+ Curiosidades
Questões Ambientais

Falta tudo...

A Costa do Marfim enfrenta muitos problemas ambientais, como a falta de água; de alimento; e de energia.
Também, alguma s empresas estrangeiras não respeitam as leis ambientais, despejando lixo tóxico na costa, contaminando milhares de pessoas; e desmantando grandes áreas de selva para plantações.

+ Questões Ambientais
Chimpanzés na natureza - Costa do Marfim
O termo chimpanzé aplica-se aos primatas do gênero Pan, da família Hominidae, subfamília Homininae, com duas espécies conhecidas: os chimpanzés-comuns (Pan troglodytes) e bonobos (Pan paniscus).
Estudos apontam que os chimpanzés são parentes próximos dos seres humanos na evolução; eles se separaram do tronco do ancestral comum por volta de 4 a 7 milhões de anos atrás, e ambas as espécies compartilham 98-99,4% de DNA.
Como o homem, o chimpanzé consegue reconhecer a própria imagem no espelho, (capacidade que poucos animais apresentam). Também são capazes de aprender certos tipos de linguagens, como a dos sinais.
Devido à destruição do seu habitat e à caça ilegal de chimpanzés pelo mercado de carne e de animais, pensa-se que restam apenas 150.000 chimpanzés nos bosques e florestas da África Central e Ocidental. Estima-se que no início do século XX havia aproximadamente dois milhões.
Costa do Marfim à beira da catástrofe humanitária
Principais Descobertas e Invenções

Espécie em via de extinção

Descoberta na Costa do Marfim, a Dorstenia astyanactis é considerada quase extinta devido ao desflorestamento em todo o país. A planta cresce em troncos ou ramos de árvores, estendendo suas raízes pelo chão da floresta.

+ Descobertas e Invenções
Esportes

Principais Esportes
Futebol

Drogba é considerado um dos melhores atacantes e jogadores em atividade no mundo. Le é especialista em cobranças de falta, apesar de ser um centroavante.

Basquete

O campeonato africano de seleções nacionais masculinas de Basquetebol (Afrobasket), é o torneio mais importante desta região e Costa do Marfim possui dois títulos desta organização.

Rugby

A Federação nacional de rugby foi formada somente em março de 1990, e no mesmo mês a federação se juntou ao International Rugby Board. Em 1995, se classificou para a Copa do Mundo pela primeira vez e sofreu derrotas para a Escócia, França e Tonga.

+ Esportes
Maestro Assessoria Educacional
Rua do Oratório, 977 - Mooca - São Paulo - SP
Tel: (11) 2601-5973
E-mail: mae@maestroassessoria.com.br

Copyright © 2014 Maestro Assessoria Educacional. Todos os direitos reservados.