Informações
Forma de Governo:
República Presidencialista
Presidente: Dilma Roussef
Capital:
Brasília
Principais Cidades:
São Paulo
Rio de Janeiro
Brasília
Área do território:
8.502.014 km²
População:
196.655.014 milhões de hab.
Idioma Predominante:
Português
PIB:
2,190 trilhões de U$ (2013)
Moeda:
Real
IDH:
0.718
Principal(is) fonte(s) de energia:
hidrelétrica

cultura História, Cultura e Geografia

Formação da música brasileira.

A música do Brasil se formou, principalmente, a partir da fusão de elementos europeus e africanos, trazidos respectivamente por colonizadores portugueses e escravos. Até o século XIX Portugal foi a porta de entrada para a maior parte das influências que construíram a música brasileira, clássica e popular, introduzindo a maioria do instrumental, o sistema harmônico, a literatura musical e boa parcela das formas musicais cultivadas no país ao longo dos séculos, ainda que diversos destes elementos não fosse de origem portuguesa, mas genericamente europeia. O primeiro grande compositor brasileiro foi José Maurício Nunes Garcia, autor de peças sacras com notável influência do classicismo vienense. A maior contribuição do elemento africano foi a diversidade rítmica e algumas danças e instrumentos, que tiveram um papel maior no desenvolvimento da música popular e folclórica, florescendo especialmente a partir do século XX. O indígena praticamente não deixou traços seus na corrente principal, salvo em alguns gêneros do folclore, sendo em sua maioria um participante passivo nas imposições da cultura colonizadora.
Com grande participação negra, a música popular desde fins do século XVIII começou a dar sinais de formação de uma sonoridade caracteristicamente brasileira. Na música clássica, contudo, aquela diversidade de elementos se apresentou até tardiamente numa feição bastante indiferenciada, acompanhando de perto - dentro das possibilidades técnicas locais, bastante modestas se comparadas com os grandes centros europeus ou como os do México e do Peru - o que acontecia na Europa e em grau menor na América espanhola em cada período, e um caráter especificamente brasileiro na produção nacional só se tornaria nítido após a grande síntese realizada por Villa Lobos, já em meados do século XX.
A música brasileira engloba vários estilos regionais influenciados por formas africanas, europeias e ameríndias. Ela se desenvolveu em estilos e gêneros musicais diferentes, tais como música popular brasileira, música nativista, música sertaneja, samba, choro, axé, brega, forró, frevo, baião, lambada, maracatu, tropicalismo, bossa nova e rock brasileiro, entre outros.

+ História, Cultura e Geografia
Diversidade cultural - Educação
O povo brasileiro
O antropólogo Darcy Ribeiro (1913-1997) foi um dos maiores intelectuais brasileiros do século XX. Esse DVD duplo traz todos os 10 programas da elogiada série baseada na obra central de Darcy: O Povo Brasileiro, em que o autor responde à questão "quem são os brasileiros?", investigando a formação do nosso povo.
Co-produzida pela TV Cultura, a GNT e a Fundar, a série conta com a participação de Chico Buarque, Tom Zé, Antônio Cândido, Aziz Ab´Saber, Paulo Vanzolini, Gilberto Gil, Hermano Vianna, entre outras personalidades.
gastronomia Gastronomia

O hábito alimentar do brasileiro.

Durante o período colonial, a alimentação da maior parte da população não era muito variada e incluía a farinha de mandioca, feijões e carnes-secas. O feijão-preto é de origem sul-americana apesar de outras espécies já serem conhecidas na Europa como o feijão-fradinho, a de consumo mais comum em Portugal. O feijão era plantação tipicamente doméstica e sua plantação e colheita estava a cargo das mulheres, pois os homens ocupavam-se de outras plantações e do gado. Ao lado da mandioca na forma de farinha, era como é até hoje, elemento principal da alimentação diária, espalhando-se pelo território nacional acompanhando as migrações populacionais, para o interior do Nordeste com a pecuária, para o Centro-Oeste e Sudeste com o ouro e para o Sul, devido a questões fronteiriças nos séculos XVIII e XIX. A dos escravos era composta basicamente de mandioca e milho cozidos ou na forma de farinha, feijões, bananas e laranjas e outras tubérculos. Apenas nos dias festivos havia grande abundância e diversidade de pratos à mesa.
Sem serem considerados alimentos, as frutas faziam parte do cardápio nacional de diversas formas: ao natural, na forma de doces e na de bebidas, alcoólicas ou não, embora o hábito de beber suco seja trazido pelos portugueses, franceses e holandeses. Muitas frutas foram trazidas pelos portugueses como a jaca, a manga e o jambo no século XVIII e algumas brasileiras levadas para outras colônias. As frutas acompanham os pratos salgados, como a feijoada e as carnes, e preparados, influência indígena e africana na alimentação. Algumas frutas reservavam-se para a infância e muitas superstições envolviam o consumo de outras. Como o alimento não podia ser conservado por muito tempo ao ar livre, os colonos desenvolveram doces em compota e carnes secas e salgadas. Atualmente, no entanto, as frutas são consumidas em sobremesas, sorvetes e vitaminas.

+ Gastronomia
Chico Buarque - Feijoada Completa
A música Feijoada completa, de Chico Buarque, foi encomendada pelo ator e diretor Hugo Carvana para um filme nacional chamado Se segura, malandro, de 1977. Carvana pediu para Chico uma música para uma festa que anunciava a anistia política (perdão), aos exilados na época, e também para o povo marginalizado, por isso era necessário: "botar água no feijão".Para compor a letra Chico estudou o poema "Feijoada à minha moda", de Vinicius de Moraes,e os livros de receitas de Helena Sangirardi. Esta música teve sua letra traduzida em húngaro pelo professor Pál Ferenc.
Curiosidades

A Semana de Arte Moderna

Também chamada de Semana de 22, ocorreu em São Paulo no ano de 1922, entre os dias 11 a 18 de fevereiro, no Teatro Municipal da cidade.
O governador do estado de São Paulo da época, Washington Luís, apoiou o movimento, especialmente por meio de René Thiollier, que solicitou patrocínio para trazer os artistas do Rio de Janeiro: Plínio Salgado e Menotti Del Picchia, membros de seu partido, o Partido Republicano Paulista.
Apesar do designativo "semana", o evento ocorreu em cinco dias. Cada dia da semana trabalhou um aspecto cultural: pintura , escultura, poesia, literatura e música. O evento marcou o início do modernismo no Brasil e tornou-se referência cultural do século XX.
A Semana de Arte Moderna representou uma verdadeira renovação de linguagem, na busca de experimentação, na liberdade criadora da ruptura com o passado e até corporal, pois a arte passou então da vanguarda, para o modernismo. O evento marcou época ao apresentar novas ideias e conceitos artísticos, como a poesia através da declamação, que antes era só escrita; a música por meio de concertos, que antes só havia cantores sem acompanhamento de orquestras sinfônicas; e a arte plástica exibida em telas, esculturas e maquetes de arquitetura, com desenhos arrojados e modernos. O adjetivo "novo" passou a ser marcado em todas estas manifestações que propunha algo no mínimo curioso e de interesse.
Participaram da Semana nomes consagrados do modernismo brasileiro, como Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Víctor Brecheret, Plínio Salgado, Anita Malfatti, Menotti Del Pichia, Guilherme de Almeida, Sérgio Milliet, Heitor Villa-Lobos,Tácito de Almeida, Di Cavalcanti entre outros, e como um dos organizadores o intelectual Rubens Borba de Moraes que, entretanto, por estar doente, dela não participou . Na ocasião da Semana de Arte Moderna, Tarsila do Amaral, considerada um dos grandes pilares do modernismo brasileiro, se achava em Paris e, por esse motivo, não participou do evento.

+ Curiosidades
Questões Ambientais

Ilha do Coco

É uma ilha costa-riquenha situada no Oceano Pacífico, a 532 km a sudoeste do litoral sul da Costa Rica. A sua área é de 23,85 km², medindo 7,6 km de comprimento por 4,4 km de largura.
A ilha tem uma grande biodiversidade. É a única ilha no Pacífico este com uma floresta tropical. O "mundo subaquático" do Parque Nacional da Ilha do Coco tornou-o famoso e é um dos melhores locais do mundo para ver espécies da zona pelágica como tubarões, raias, atuns e golfinhos.

+ Questões Ambientais
Principais Descobertas e Invenções

Osvaldo Gonçalves Cruz e sua trajetória.

Foi um cientista, médico, bacteriologista, epidemiologista e sanitarista brasileiro.
Foi o pioneiro no estudo das moléstias tropicais e da medicina experimental no Brasil. Fundou em 1900 o Instituto Soroterápico Nacional no bairro de Manguinhos, no Rio de Janeiro, transformado em Instituto Oswaldo Cruz, respeitado internacionalmente.

+ Descobertas e Invenções
Osvaldo Gonçalves Cruz e sua trajetória.
Foi um cientista, médico, bacteriologista, epidemiologista e sanitarista brasileiro.
Foi o pioneiro no estudo das moléstias tropicais e da medicina experimental no Brasil. Fundou em 1900 o Instituto Soroterápico Nacional no bairro de Manguinhos, no Rio de Janeiro, transformado em Instituto Oswaldo Cruz, respeitado internacionalmente.
Esportes

Pelé o Eterno

Documentário sobre o rei do futebol brasileiro, Pelé. O documentário apresenta a história de Edson Arantes do Nascimento nos gramados, jogando pela seleção brasileira e pelo time do Santos.

Principais Esportes
Futebol
O Brasil foi campeão da Copa das Confederações e agora a torcida deposita sua esperança do hexacampeonato brasileiro, nos pés do jovem jogador Neymar.
Vôlei
O vôlei brasileiro obteve resultados inimagináveis nos últimos anos, arrebatando todos os títulos existentes, sendo referência do vôlei  mundial.
Ginástica
Com uma apresentação impecável Arthur Zanetti ganhou o primeiro título mundial nas argolas para o Brasil.
+ Esportes
Pelé o Eterno
Documentário sobre o rei do futebol brasileiro, Pelé. O documentário apresenta a história de Edson Arantes do Nascimento nos gramados, jogando pela seleção brasileira e pelo time do Santos.
Maestro Assessoria Educacional
Rua do Oratório, 977 - Mooca - São Paulo - SP
Tel: (11) 2601-5973
E-mail: mae@maestroassessoria.com.br

Copyright © 2014 Maestro Assessoria Educacional. Todos os direitos reservados.